Conecte-se conosco

Política

Aliança pelo Brasil não vai conseguir participar das eleições em 2020 – Banca.com

Publicado

em

Com a proximidade do fim do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos obtenham o registro para disputar as eleições municipais de 2020, o Aliança pelo Brasil não vai conseguir concorrer aos pleitos municipais. Faltam menos de 40 dias para o prazo expirar.

 

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, o partido que o presidente Jair Bolsonaro pretende criar admitiu a dificuldade — até quarta (26), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia validado apenas 3.334 assinaturas das 492 mil necessárias para a obtenção do registro.

 

O vice-presidente e principal operador da legenda, Luís Felipe Belmonte dos Santos, disse que mais de 1 milhão de assinaturas foram colhidas, mas não foram reconhecidas nos cartórios eleitorais. “Nossa parte foi feita, mas os cartórios eleitorais estão recusando todas as fichas com firma reconhecida. Eles alegam que não houve regulamentação. Além disso, o sistema cai toda hora. Os cartórios eleitorais não estavam preparados para um volume tão grande (de assinaturas)”, justificou Santos.

 

Já o TSE disse que o Aliança apresentou apenas 66.252 assinaturas, sendo 3.334 já validadas, 48.127 em prazo de impugnação, 2.593 na fase de análise dos cartórios e 12.198 consideradas inaptas.

 

Com isso, o discurso bolsonarista agora é de que não há pressa para registrar a legenda. “O presidente não está pensando na próxima eleição, mas na próxima geração. Se não der agora, não tem problema, até porque seria um risco. Não haveria tempo de, em duas semanas, formar diretórios, filiar e procurar candidatos em 5.700 municípios”, disse Belmonte. De acordo com ele, Bolsonaro “não quer quantidade, mas sim qualidade” no grupo de filiados.

Destaque

Resultado de teste de Bolsonaro dá positivo para covid-19 – Banca.com

Publicado

em

O resultado do exame do presidente Jair Bolsonaro, de 65 anos, deu positivo para a covid-19 nesta terça-feira (7).

A confirmação do resultado positivo foi informado pelo próprio Bolsonaro em entrevista à Record TV. 

Nesta manhã, o presidente acordou bem, mas continuava com febre baixa.

O presidente afirmou que está se sentindo “perfeitamente bem”. “Eu se não tivesse feito exame não saberia. E o resultado deu positivo”, disse Bolsonaro.

“Acredito que não só o atendimento que eu tive, mas a forma como foi administrada a hidroxicloroquina. Foi quase de imediato (a melhora). Eu não sou médico, sou capitão do Exército. Mas a cloroquina, dada na fase inicial, a chance de sucesso chega por volta de 100%”, afirmou.

Bolsonaro foi submetido nesta segunda-feira (6) ao exame da covid-19 depois de sentir sintomas da doença. No Hospital das Forças Armadas, em Brasília, fez o teste de detecção do coronavírus e também uma chapa do pulmão.

“Acredito que não só o atendimento que eu tive, mas a forma como foi administrada a hidroxicloroquina. Foi quase de imediato (a melhora). Eu não sou médico, sou capitão do Exército. Mas a cloroquina, dada na fase inicial, a chance de sucesso chega por volta de 100%”, disse Bolsonaro.

O presidente afirmou, contudo, que está bem. “Eu tô normal. Em comparação com ontem, eu tô muito bem. Até com vontade de fazer uma caminhada por aí, mas não posso por causa de recomendação médica”, acrescentou.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, também informou por redes sociais o resultado de Bolsonaro. “O resultado do teste de covid-19 feito pelo Pr Jair Bolsonaro na noite dessa segunda-feira, e disponibilizado na manhã de hoje, apresentou diagnóstico positivo. O presidente mantém bom estado de saúde e está, nesse momento, no Palácio da Alvorada”, escreveu.

Histórico

presidente teve três resultados negativos em exames para o novo coronavírus – os testes foram divulgados em maio depois que o ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou dar publicidade aos resultados.

A divulgação dos exames foi resultado de uma ação movida pelo jornal O Estado de S. Paulo, que pediu ao STF acesso ao documento médico do mandatário.

Bolsonaro, que fez os testes nos dias 12, 17 e 21 de março, usou dois codinomes para fazer os exames: Airton Guedes e Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz.

Entre 7 e 10 de março, Bolsonaro esteve em viagem oficial aos Estados Unidos e pelo menos 23 pessoas de sua comitiva contraíram o coronavírus. Ele, contudo, disse que não foi infectado.

Continue lendo

Destaque

Itaboraí: Deputado Federal Felício Laterça visita Itaboraí para conhecer projetos esportivos – Banca.com

Publicado

em

Na última terça-feira (30/06), o prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza recebeu o deputado federal, Felício Laterça, para reunião realizada em seu gabinete. O encontro, que também contou com presença do secretário municipal de Esporte e Lazer, Ronaldo Anquieta, teve como objetivo tratar das pautas voltadas ao desenvolvimento desportivo do município.
Essa reunião deixou em evidência os propósitos do plano desportivo, que visa a democratização do acesso de todos os cidadãos ao esporte e ao lazer e, ainda, a renovação e construção de novos espaços públicos esportivos na cidade, intensificando a prática de atividades físicas e, consequentemente, proporcionando melhor qualidade de vida aos munícipes.

O plano diretor de Itaboraí, detectou a carência de qualificação na infraestrutura e ampliação de políticas públicas desportivas, na vivência dos itaboraienses. Com isso, o prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza, destacou a importância do esporte e lazer para a sociedade, afirmando não ser um dever, somente do Estado e agradeceu a presença do deputado. “O deputado federal, Felício Laterça, é um importante parceiro do desenvolvimento de Itaboraí. Ao longo dos últimos meses, tem sido um relevante ator do fomento de políticas públicas e recursos para o município. Juntos compreendemos a poderosa ferramenta que o esporte é para a formação de caráter. Com as novas construções e reformas, vamos suprir a necessidade de infraestrutura, ampliando, também, a urbanização dos distritos de Pacheco e Manilha”, expressou o chefe do Executivo.

O deputado, Laterça, teve acesso às plantas de construção das praças de Pacheco e Santo Antônio, bem como a atualização do andamento das obras e do processo junto à Caixa Econômica Federal. Vale destacar que Felício Laterça foi o responsável pela intermediação dos recursos para a Prefeitura de Itaboraí, na implementação desses novos espaços. Para ele, os novos locais propiciarão mais espaço para a prática esportiva, mas, principalmente a socialização e oportunidade de lazer a todas as comunidades contempladas nos dois Distritos.

“É uma oportunidade de geração de cidadania. A população de Itaboraí terá a oportunidade de ocupar os espaços que pertencem a ela com toda infraestrutura adequada. Ficamos contentes e honrados de intermediar e oportunizar recursos para os municípios que pensam no cidadão em sua integralidade”, disse o Deputado.

Além das pautas de construção e reforma dos espaços públicos da cidade, o secretário, Ronaldo Anquieta entregou ao deputado, uma solicitação de Emenda Parlamentar para aquisição de um ônibus para o esporte e o lazer. A finalidade do transporte é ampliar a oferta de serviços para o progresso do esporte, em todas as suas manifestações, gerando segurança e conforto aos cidadãos e atletas do município, podendo, assim, apoiá-los em competições municipais, estaduais e nacionais.

“As preposições da Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, alinham as demandas do plano diretor do município às perspectivas do plano desportivo, visando o atendimento das necessidades em relação ao esporte e ao lazer. Nosso prisma também é o fomento desportivo de alta performance, propiciando condições para detecção e desenvolvimento dos futuros atletas, em Itaboraí. O esporte é uma ferramenta essencial para construção de socialização, qualidade de vida e bem-estar social” pontuou o gestor da pasta.

A reunião foi finalizada com expectativa de efetivação das ações que geram oportunidade de progresso para o município.

Para mais informações sobre os projetos, acesse:

http://www.portaltransparencia.gov.br/emendas/consulta?ordenarPor=autor&direcao=asc

Assessoria de Comunicação

Continue lendo

Política

Wassef dá nova versão e diz que escondeu Queiroz para ‘proteger Bolsonaro’ – Banca.com

Publicado

em

“Passei a ter informações de que Fabrício Queiroz seria assassinado. O que estou falando aqui é absolutamente real. Eu tinha a minha mais absoluta convicção de que ele seria executado no Rio de Janeiro. Além de terem chegado a mim essas informações, eu tive certeza absoluta de que quem estivesse por trás desse homicídio, dessa execução, iria colocar isso na conta da família Bolsonaro. Havia um plano traçado para assassinar Fabrício Queiroz e dizer que foi a família Bolsonaro que o matou em uma suposta queima de arquivo para evitar uma delação”, afirmou.

 

Wassef diz que estava convicto que o plano seria executado. “Eu tive informações absolutamente procedentes e formei a minha convicção de que iriam matar Queiroz e iriam colocar a culpa no presidente Bolsonaro para fazer um inferno da vida dele. Na verdade, seria uma fraude. Algo parecido com o que tentaram fazer no caso Marielle, com aquela história do porteiro que mentiu”, pontuou.

 

O advogado garantiu que elaborou o plano de esconder Queiroz sem o conhecimento de Jair Bolsonaro e de Flávio Bolsonaro.

 

“Agi no regular exercício da advocacia. Eu era advogado do Flávio, hoje não sou mais. Naquele momento, meu entendimento é que eu queria evitar que Fabrício Queiroz fosse executado em uma simulação qualquer ou mesmo que sumissem com o seu cadáver. Eu omiti isso do presidente. Eu omiti do Flávio por motivos que me reservo ao direito de não dizer agora. O presidente da República jamais teve conhecimento da autorização para que o Fabrício, caso quisesse, pudesse estar nessas propriedades”. BN Noticias


Foto: Divulgação/ Veja

Continue lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 Portal de Notícias - Coisas incríveis no mundo dos negócios nunca são feitas por uma única pessoa, e sim por uma equipe - Todos Direitos Reservados.