Conecte-se conosco

Destaque

Dia Mundial da Água: bilhões não têm acesso à água e sabão – Banca.com

Publicado

em

Neste domingo (22), quando se comemora o Dia Mundia Mundial da Água, todas as atenções estão voltadas para a luta contra o novo coronavírus (Covid-19) e um cuidado de higiene é fundamental para evitar pegar a doença e propagar o vírus da Sars-cov-2: lavar corretamente as mãos. Mas, segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), duas em cada cinco pessoas em todo o mundo não têm instalações básicas para se lavar as mãos, de acordo com os dados mais recentes.

Conforme o Unicef, 40% da população mundial, ou 3 bilhões de pessoas, não têm lavatório com água e sabão em casa e quase três quartos das pessoas nos países menos desenvolvidos não têm instalações básicas para lavar as mãos em casa.

O Unicef afirma ainda que 47% das escolas, que abrigam 900 milhões de crianças em idade escolar, não têm um lavatório adequado.

Nos estabelecimentos de saúde de todo o mundo, 16% não tinham banheiros funcionais ou instalações para lavar as mãos nos pontos de atendimento onde os pacientes são tratados.

“Lavar as mãos com sabão é uma das coisas mais baratas e eficazes que você pode fazer para proteger você mesmo e os outros contra o coronavírus, bem como contra muitas outras doenças infecciosas. No entanto, para bilhões, mesmo as medidas mais básicas estão simplesmente fora de alcance”, disse Sanjay Wijesekera, diretor de Programas do Unicef.

O fundo apresentou ainda outros dados que mostram a precariedade dos serviços de saneamento básico em todo o mundo. Na África ao sul do Saara, 63% da população nas áreas urbanas, ou 258 milhões de pessoas, não têm acesso à lavagem das mãos. Na Ásia Central e Meridional, 22% da população nas áreas urbanas, ou 153 milhões de pessoas, não têm acesso à lavagem das mãos; quase 50% dos bengaleses urbanos, 29 milhões de pessoas, 20% dos indianos urbanos, ou 91 milhões de pessoas, carecem de instalações básicas para lavar as mãos em casa.

No Brasil

Segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), na média brasileira, 83,5% da população é servida por rede de água e apenas 52,4% tem o esgoto coletado, do qual somente 46% é tratado, conforme os dados mais recentes divulgados em fevereiro. Esses percentuais pouco subiram nos últimos anos, ligando o alerta para a impossibilidade de se cumprir as metas de universalização do saneamento até 2033, conforme o Plano Nacional de Abastecimento (PlanSab), de 2013.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou estudo que prevê que quatro em cada 10 litros de água são perdidos no Brasil antes de chegar à população. Conforme a confederação, 34 milhões de brasileiros não têm água encanada e quase 40% dos recursos hídricos se perdem por desvios e infraestrutura deteriorada.

Novo marco do saneamento

Está na pauta do Senado a proposta do Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico. O texto, aprovado pela Câmara dos Deputados no final de dezembro, pretende unificar as regras do setor sob o guarda-chuva da Agência Nacional de Águas (ANA).

O principal objetivo do projeto é abrir o mercado para a iniciativa privada, de modo a garantir recursos para a universalização do abastecimento de água e da coleta e tratamento do esgoto. ebc

Destaque

‘Icónico hotel Copacabana Palace fecha pela primeira vez em 97 anos – Banca.com

Publicado

em

Pela primeira vez, em quase 97 anos de história, o Copacabana Palace fechará as portas nesta sexta-feira (09/04). A medida foi tomada pela administração do hotel devido à pandemia do novo coronavírus.

Por fora, será difícil notar qualquer diferença no edifício, localizado na cidade do Rio de Janeiro, nas próximas semanas. As bandeiras estarão hasteadas como sempre, e a fachada continuará iluminada todas as noites.

Outros 60 hotéis da cidade também foram impactados pela Covid-19. A reabertura do Copacabana Palace está prevista para o fim de maio.”””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””’

Continue lendo

Destaque

Auxílio emergencial: calendário de pagamento dos R$ 600 sai hoje – Banca.com

Publicado

em

O calendário para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para informais será divulgado nesta segunda-feira (06/04) e a previsão é que comece a ser pago ainda nesta semana.

O valor é destinado àqueles trabalhadores sem vínculo formal que tiveram queda abrupta na renda devido às medidas de isolamento por conta da pandemia do novo coronavírus. A quantia máxima por família é de R$ 1.200, destinado a casais nos quais os dois sejam autônomos.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, esteve no Palácio da Alvorada na manhã desta segunda-feira. A expectativa é que Guimarães e membros da equipe econômica do governo façam o anúncio do calendário à tarde.

O governo traçou um plano que visa evitar aglomerações em agências bancárias e casas lotéricas – responsáveis pelo desembolso. Está prevista a criação de uma conta virtual, na qual o dinheiro será creditado, e poderá ser usada em movimentações em comércios. Para sacar, no entanto, será necessário obedecer ao cronograma.

Até o momento, está definido que beneficiários de programas sociais que têm conta na Caixa terão o valor debitado em conta. O auxílio será pago, além dos informais, a microempreendedores individuais e beneficiários do Bolsa Família.

O governo estima que R$ 98 bilhões sejam gastos para socorrer a população mais vulnerável. Cerca de 20 milhões de pessoas receberão a verba.

Para cadastrar todas as pessoas que têm direito ao auxílio, o governo prepara um aplicativo, que deve estar disponível para download nesta segunda-feira (06/04). Metrópoles

Continue lendo

Destaque

Técnica em enfermagem que fez campanha por isolamento morre – Banca.com

Publicado

em

O estado de Goiás confirmou, no último sábado (04), a terceira morte pelo novo coronavírus (Covid-19). Segundo o governador Ronaldo Caiado (DEM), a vítima é a técnica em enfermagem e laboratório do Hospital do Coração de Goiânia, Adelita Ribeiro da Silva, 38.

Ela havia participado de uma campanha realizada por funcionários da área de saúde pedindo para as pessoas obedecerem a ordem de quarentena. “Adelita fez campanha para que as pessoas ficassem em casa enquanto milhares de profissionais de diversas áreas, assim como ela, estão na linha de frente em defesa dos goianos. Expostos a riscos, longe de familiares, pensando em ajudar a quem precisa. Cumprindo um juramento de salvar vidas”, escreveu Caiado em uma rede social.

Continue lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 Portal de Notícias - Coisas incríveis no mundo dos negócios nunca são feitas por uma única pessoa, e sim por uma equipe - Todos Direitos Reservados.