Fique sabendo como funciona os serviços do CPF – Banca.com

Visualizações 0 Até novembro deste ano, os cartórios e as demais serventias de registro civil do todo o país devem começar a oferecer aos cidadãos diversos serviços relativos ao...

Até novembro deste ano, os cartórios e as demais serventias de registro civil do todo o país devem começar a oferecer aos cidadãos diversos serviços relativos ao CPF, como a pesquisa do número de inscrição ou alteração dos dados cadastrais. A novidade será possível graças a um convênio firmado entre a Receita Federal e a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-BR), e consta da Instrução Normativa RFB nº 1.890/2019.

Para fins de sustentabilidade dos serviços, as serventias poderão cobrar do solicitante uma tarifa de conveniência de até R$ 7,00. Os principais serviços permanecem gratuitos: inscrição no CPF realizada na lavratura do registro de nascimento e cancelamento no caso de óbito.
Será disponibilizada a alteração gratuita de nome por ocasião do registro de casamento. Os atos de inscrição, alteração de dados cadastrais e emissão de comprovantes continuam disponíveis, gratuitamente, no site da Receita Federal. http://receita.economia.gov.br

INSS DIGITAL

Até julho, todos os serviços relacionados à Previdência Social serão acessados apenas por canais digitais e eletrônicos e pelo número de atendimento telefônico 135. O segurado só terá necessidade de ir à agência em caso de exigência específica, como na complementação de documentação ou para fazer perícia para auxílio-doença, com agendamento pela Internet. Ao todo, 90 serviços serão digitalizados, entre os quais a solicitação de aposentadoria por tempo de contribuição, o recebimento de salário-maternidade, a obtenção de extrato de pagamento de benefício e a geração de guia da Previdência. Os serviços poderão ser acessados no site do instituto ou pelo aplicativo Meu INSS. http://agenciabrasil.ebc.com.br

PAGAMENTO DO SEGURO-DESEMPREGO

Foi prorrogado para 1º de janeiro de 2020 a exigência de que o pagamento do seguro-desemprego seja realizado apenas por meio de depósito em conta-corrente simplificada ou conta poupança da Caixa Econômica Federal, sem ônus para o trabalhador.

A decisão foi tomada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) e permite o ganho de tempo para a aplicação de melhores práticas aos procedimentos operacionais. A mudança afasta o risco de fraude no recebimento do benefício, principalmente nos casos em que o requerimento do seguro-desemprego é realizado totalmente pela Internet.

O trabalhador poderá transferir o dinheiro para contas em outros bancos, sem custos. Atualmente, os pagamentos do seguro-desemprego são realizados em três modalidades.
Cartão Cidadão, que permite saques em caixas eletrônicas e lotéricas; na própria agência, em espécie; e em crédito em conta. www.caixa.gov.br

Categorias
DestaqueNotícias
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS