Flamengo tenta triunfar novamente sobre o Liverpool – Banca.com

Visualizações 4 Neste sábado, o mundo se volta para o confronto entre Flamengo e Liverpool no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar, pela final do Mundial de Clubes. E o jogo, marcado para...

Neste sábado, o mundo se volta para o confronto entre Flamengo Liverpool no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar, pela final do Mundial de Clubes. E o jogo, marcado para as 14h30 (de Brasília), é a reedição do duelo de 1981, vencido pelo Rubro-Negro pelo placar de 3 a 0.

Três vezes campeões da Europa entre 1977 e 1981, os Reds tentavam provar a superioridade no futebol europeu e britânico. Antes de a bola rolar, o técnico da equipe inglesa, Bob Paisley admitiu conhecer pouco sobre os adversários brasileiros.

Em campo, porém, o Rubro-Negro não se intimidou com o histórico e a atitude os europeus. Logo aos 13 minutos, Zico deu um belo lançamento para Nunes, que aproveitou a falha da defesa e tocou de cobertura na saída do goleiro Grobbelaar para abrir o marcador.

Reprodução da página 9 do jornal A Gazeta Esportiva do dia 14 de dezembro de 1981, que traz o título: “Mengo, tu és o maior!”. (Foto: Acervo/Gazeta Press)

Aos 34 minutos, o camisa 10 da Gávea mais uma vez mostrou seu talento aos ingleses. Zico cobrou falta venenosa da intermediária e viu o arqueiro espalmar. No rebote, Adílio ficou com a sobra e mandou para o fundo das redes, ampliando a vantagem flamenguista.

E aos 41, a dupla formada por Zico e Nunes novamente infernizou o Liverpool. O Galinho de Quintino recebeu no meio, girou e encontrou um grande passe em profundidade para o camisa 9, que invadiu a área e bateu cruzado para fechar o placar.

Na segunda etapa, o Flamengo seguiu dominando e colocou os ingleses “na roda”, como diz a música cantada pela torcida rubro-negra durante boa parte da temporada. Com a ótima atuação dos cariocas, os Reds nada puderam fazer, a não ser presenciar o clube brasileiro chegar ao topo do mundo pela primeira vez. Gazeta Esportiva

E aos 41, a dupla formada por Zico e Nunes novamente infernizou o Liverpool. O Galinho de Quintino recebeu no meio, girou e encontrou um grande passe em profundidade para o camisa 9, que invadiu a área e bateu cruzado para fechar o placar.

Na segunda etapa, o Flamengo seguiu dominando e colocou os ingleses “na roda”, como diz a música cantada pela torcida rubro-negra durante boa parte da temporada. Com a ótima atuação dos cariocas, os Reds nada puderam fazer, a não ser presenciar o clube brasileiro chegar ao topo do mundo pela primeira vez.

 

E aos 41, a dupla formada por Zico e Nunes novamente infernizou o Liverpool. O Galinho de Quintino recebeu no meio, girou e encontrou um grande passe em profundidade para o camisa 9, que invadiu a área e bateu cruzado para fechar o placar.

Na segunda etapa, o Flamengo seguiu dominando e colocou os ingleses “na roda”, como diz a música cantada pela torcida rubro-negra durante boa parte da temporada. Com a ótima atuação dos cariocas, os Reds nada puderam fazer, a não ser presenciar o clube brasileiro chegar ao topo do mundo pela primeira vez.

Categorias
Esportes
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS