Conecte-se conosco

Esportes

Globo rescinde contrato de transmissão do Campeonato Carioca – Banca.com

Publicado

em

A Globo anunciou hoje que não vai mais transmitir o Campeonato Carioca. A emissora rescindiu o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os Clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.

No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo. Na ocasião da assinatura e por várias temporadas em que o contrato foi cumprido, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais.

No dia 18 de junho, a Presidência da República editou a Medida Provisória 984, passando ao mandante dos jogos os direitos de transmissão. O Flamengo se baseou nessa MP para transmitir a sua partida ontem no Maracanã. A Globo entende que a Medida Provisória não poderia alterar um contrato celebrado antes de sua edição e protegido pela Constituição.

Como a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e os demais Clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista no contrato, não restou à Globo outra alternativa além da rescisão e o encerramento das transmissões dos jogos do Carioca – incluindo os três jogos de hoje que encerram a quinta rodada da Taça Rio e que seriam exibidos no Sportv e no Premiere.

A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas e entende a importância do esporte para Clubes, jogadores, marcas e torcedores. Exatamente por isso, apesar da decisão de rescindir o contrato imediatamente, a Globo está disposta a fazer os pagamentos restantes desta temporada, em nome da sua parceria histórica com o futebol e da sua boa relação com as equipes. Mas acredita que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.”

Fonte: Globo Esporte

Esportes

Luto na televisão brasileira: morre o apresentador Rodrigo Rodrigues – Banca.com

Publicado

em

O apresentador Rodrigo Rodrigues, apresentador do “Troca de Passes” do SporTV, morreu, nesta terça-feira no Rio de Janeiro, aos 45 anos, por complicações da Covid-19. Infectado pelo novo coronavírus há 15 dias, o jornalista estava afastado do trabalho desde então, mas sentiu-se mal no sábado passado e ao procurar atendimento, a equipe médica optou pela internação.

Rodrigo Rodrigues apresentou o “Troca de Passes” pela última vez em 9 de julho. Ele trabalhou também no SBT, TV Cultura, Band, Gazeta, ESPN Brasil e Esporte Interativo. Estava no SporTV desde 2019.

Rodrigo começou a carreira em 1995, na Rede Vida. Trabalhava com o que mais gostava: música. Em 2001, cobriu o Rock in Rio. O jeito espontâneo arrancava as melhores respostas. Passou por TV Cultura, SBT e Bandeirantes e lançou o primeiro livro em 2008: “As aventuras da Blitz”, que conta a história da banda de rock liderada por Evandro Mesquita.

Em 2011, o jornalista cultural decidiu se aventurar no esporte. Foi contratado pela ESPN e cativou os atletas da mesma forma que fazia com os músicos. Rodrigo sabia dar espaço para cada convidado brilhar. Cada um no seu momento. Como numa banda de rock, todo instrumentista tem direito ao solo. Nada mais natural para esse jornalista-roqueiro, líder da banda “The Soundtrackers”, que toca músicas de filmes e lançou três discos

Durante uma apresentação da banda no “Domingão do Faustão”, Rodrigo respondeu assim à pergunta do apresentador sobre o começo de sua carreira: “Eu comecei desenhando, aí passei pro violão. E, aí, quando eu achava que ia ser professor de arte e tocar na noite, eu fiz um teste acidental e virei apresentador. Não parei mais, faz 25 anos… Mas eu nunca deixei de tocar, eu faço questão de manter a banda porque uma paixão alimenta a outra”.

Rodrigo Rodrigues tinha 45 anos. No dia 13 de julho, decidiu fazer teste para a covid-19 mesmo sem sintomas – dia 9 tinha sido seu último dia presencial no trabalho. Relatou que um amigo, com quem teve contato, tinha acabado de testar positivo. O resultado do teste de Rodrigo também deu positivo e ele foi imediatamente afastado. Nos dias posteriores, Rodrigo apresentou sintomas como falta de paladar e olfato, mas dizia se sentir bem

No entanto, a situação mudou no último sábado. Segundo o boletim médico do hospital onde foi internado, Rodrigo deu entrada na emergência com quadro de dor de cabeça, vômito e desorientação. No dia seguinte, foi submetido a um procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Ele não resistiu e teve a morte confirmada nesta terça-feira.

Continue lendo

Esportes

Botafogo goleia a Cabofriense por 6 a 2 em sua volta ao Estadual – Banca.com

Publicado

em

Botafogo e Cabofriense se enfrentaram neste domingo, no Estádio Nilton Santos, pela quarta rodada da Taça Rio. A partida marcou o retorno dos dois times no Campeonato Carioca, mais de 3 meses depois do último confronto, devido à paralisação pela pandemia do novo coronavírus. O alvinegro até tomou susto, mas conseguiu aplicar uma bela goleada e assumiu a segunda colocação do grupo A. Com gols de Cícero, Bruno Nazário, Luis Henrique, Caio Alexandre e dois de Pedro Raul, o glorioso venceu por 6 a 2 o lanterna da competição. Emerson Carioca e Diego Sales descontaram para os visitantes.

No retorno do Botafogo aos gramados, muito contestado pela diretoria alvinegra, que queria voltar apenas em julho, o time não demorou para balançar as redes pela primeira vez. Logo aos três minutos, Luis Henrique fez bela jogada pela esquerda, entrou na área e passou rasteiro, cruzado, para Pedro Raul, sem goleiro, que abriu o placar. Aos 14, a Cabofriense assustou. Kaká Mendes fez boa jogada pela esquerda, mas Pedrinho furou de cabeça, dentro da área. Em seguida, foi a vez do alvinegro, que tirou tinta da trave em cabeçada de Luiz Fernando, após belo cruzamento de Danilo Barcelos.

O ritmo do primeiro tempo caiu, até que, aos 36, Luiz Henrique assustou e, apenas dois minutos depois, Cícero ampliou o placar. O volante, que atuou como zagueiro na partida, recebeu na intermediária e chutou forte. A bola desviou no meio do caminho e tirou o goleiro George da jogada. A partida foi para o intervalo e a impressão era de que o Botafogo iria conseguir uma vitória tranquila.

Entretanto, logo aos 5 minutos da segunda etapa, a Cabofriense descontou o placar. O lateral Watson avançou pela direita e cruzou na cabeça de Emerson Carioca. O camisa 7 subiu entre Cícero e Benevenuto e testou com força, marcando para os visitantes. Mas, apenas 4 minutos depois, o Botafogo conseguiu ampliar novamente. Bruno Nazário deu belo passe para Pedro Raul dentro da área. O camisa 9 dominou e chutou com força, balançando as redes.

A partida continuou movimentada. Aos 14 minutos, Diego Sales entrou na área, caiu e, em lance no mínimo duvidoso, o juiz marcou a penalidade. O próprio camisa 10 da Cabofriense bateu e diminuiu. O jogo continuou apertado até os 30 minutos, quando Caio Alexandre deu lindo lançamento para Bruno Nazário dentro da área. O camisa 10 dominou no peito e chutou para ampliar o placar. Sete minutos depois, Luis Henrique pegou a bola pela esquerda, foi cortando para o meio e bateu de fora, rasteiro, no canto, sem chances para o goleiro.

O Botafogo continuou pressionando e criou boas chances com Pedro Raul, Bruno Nazário e Cícero. Então, aos 44 minutos, a bola sobrou na entrada da área para Caio Alexandre, que chutou colocado, no ângulo, fazendo um legítimo golaço e botando números finais no jogo.

Com a goleada, o alvinegro empatou em pontos com o Boavista, ambos com 7, e assumiu a segunda colocação, devido ao saldo de gols. Assim, o Botafogo só depende dele para se classificar para a semifinal da Taça Rio. Na próxima e última rodada da fase de grupos, o time enfrenta a Portuguesa, enquanto o alviverde encara o Flamengo. A Cabofriense, por sua vez, joga contra o Bangu. O clube permanece sem pontuar no torneio, tendo apenas 3 no geral. Todas as partidas vão ser realizadas na quarta-feira (01/07), no mesmo horário. Tupi

Continue lendo

Esportes

Morre Marinho, ídolo do Bangu, aos 62 anos em Belo Horizonte – Banca.com

Publicado

em

Morreu nesta segunda-feira (15) o ex-jogador do Bangu Marinho. Ele era atacante a no time que foi vice-campeão do Brasileirão em 1985 e foi eleito o melhor jogador do torneio. A morte foi confirmada pelo próprio clube.

Continue lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 Portal de Notícias - Coisas incríveis no mundo dos negócios nunca são feitas por uma única pessoa, e sim por uma equipe - Todos Direitos Reservados.