Jovem é morto durante operação policial em Santa Izabel

Visualizações 1 Na madrugada de sexta para sábado, o adolescente Ryan Silva, de 17 anos, foi morto a tiros pela polícia durante uma festa particular, no lugar conhecido como...

Na madrugada de sexta para sábado, o adolescente Ryan Silva, de 17 anos, foi morto a tiros pela polícia durante uma festa particular, no lugar conhecido como Casarão, localizado no bairro de  Santa Izabel, em São Gonçalo. Segundo relato de testemunhas, policiais militares, em um veículo blindado  da corporação, teria entrado no local por volta das 4h atirando para o alto e dando ordem para que as pessoas deitassem no chão.

Testemunhas disseram que o menor de idade se assustou com os barulhos de tiro e tentou pular o muro. Assim que ele conseguiu ir para fora do Casarão, ele foi atingido com tiros e morreu no local. Um dos amigos dele contam que os policiais não prestaram os primeiros socorros. “Só deu para ouvir eles falando ““Tá morto Zé… esse aqui está f**** deixa aí mesmo””, relembra o amigo que estava na festa, muito conhecida por todos da região.

Um dos jovens que estava no local conta que, ao ouvir os disparos correu para o banheiro e em seguida os policiais invadiram o cômodo batendo em quem estivesse lá. “Eles pegaram o telefone de todo mundo, mandou a gente sentar no chão e bateram muito na gente, nem perguntaram nada só bateram. Até nas mulheres que estavam lá eles bateram”, conta ele que não quis se identificar.

A mãe desse rapazes que apanhou durante a abordagem se indigna com a forma como o seu filho e as demais pessoas foram tratadas. “Meu filho é trabalhador, trabalha comigo em Alcântara, ele e o primo (que também estava na festa). Agora ele está todo machucado, bateram muito nele e nem quiseram saber se era trabalhador ou não”, conta revoltada a mãe.

O corpo de Ryan Silva foi enterrado no começo da tarde deste domingo (22), no Parque da Paz, no bairro do Pacheco, em São Gonçalo. Amigos e familiares estão revoltados e planejam uma passeata na noite de segunda (23), próximo ao local do ocorrido.

O caso foi encaminhado para a Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) e está sob investigação. Fonte OSG

Categorias
Polícia
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS