Conecte-se conosco

Saúde

Mais uma criança é curada da Covid-19 – Banca.com

Publicado

em

Mais uma alta emocionante ocorreu nesta quinta-feira (04) em Niterói. O jovem João Gabriel Ribeiro, de apenas 11 anos, que desenvolveu complicações graves pela Covid-19 e passou 12 dias internado no CTI do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, o Getulinho, no Fonseca. O adolescente foi aplaudido pela equipe e ganhou um certificado de vencedor da doença ao deixar o local. Niterói possui 2.034 recuperados do novo coronavírus, de acordo com dados da Fundação Municipal de Saúde.

A médica Roberta de Mattos, uma das responsáveis pelo paciente, explica que o menino chegou com um quadro muito grave e precisou de cuidados intensivos desde o primeiro atendimento. Ele ficou entubado por cinco dias.

“O João chegou com fortes dores abdominais, diarreia e vômito, e precisou ser entubado imediatamente. Pela gravidade do caso, ele tinha grandes chances de evoluir para óbito, mas com as medicações que fizemos e o suporte que foi dado pelo hospital, o paciente evoluiu muito bem e volta para casa recuperado”, detalhou a médica.

A mãe de João, Marcelly Ribeiro, contou que foram dias de angústia e agradeceu a equipe pela assistência prestada ao filho.

“Nunca pensei que fosse passar por isso, ver meu filho nessa situação, entre a vida e a morte, foi terrível. O pior momento para mim foi quando ele teve que ser entubado e eu não conseguia mais falar com ele por causa do coma induzido. Mas agora veio o alívio e graças a essa equipe maravilhosa e toda a estrutura que foi disponibilizada, meu filho venceu. Muita gratidão por cada profissional que salvou a vida do meu pequeno”, agradeceu a mãe.

O Hospital Getulinho, que está na linha de frente no atendimento das crianças que desenvolvem a doença na cidade, conta com 20 leitos exclusivos para Covid-19, sendo 10 com estrutura de terapia intensiva e respiradores.

De acordo com a diretora da unidade, Elaine Lopez, o cuidado com as crianças deve ser redobrado, já que mesmo em casos leves – que ocorrem na maioria das vezes – elas são potenciais transmissoras. Ainda segundo a diretora, apesar de rara, a Covid-19 pode desenvolver a forma grave nesses pacientes e evoluir para complicações importantes.

“As crianças não estão livres do vírus, elas também podem desenvolver a forma grave e outras complicações que podem levar a morte. Por isso, organizamos o hospital para atendimento desses casos, dos suspeitos aos confirmados, com toda estrutura necessária para garantir a máxima qualidade do atendimento aos nossos pacientes e segurança aos profissionais”, destacou Elaine, alertando que é fundamental que sejam seguidas as medidas de prevenção.

Boletim – A Fundação Municipal de Saúde informou, neste sábado (06), que Niterói tem 3.514 casos confirmados de Covid-19. Destes, 2.034 estão recuperados, 1.221 estão em isolamento domiciliar e são acompanhados pela FMS. A cidade registra ainda 137 óbitos.

Destaque

Fechamento da emergência do hospital Estadual Alberto Torres sobrecarrega o pronto socorro de São Gonçalo – Banca.com

Publicado

em

O atendimento no Pronto Socorro de São Gonçalo aumentou em cerca de 40% nesta terça-feira (07). A causa foi o fechamento da emergência do Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, por atraso nos salários dos funcionários,

Durante todo o dia o entra e sai de ambulâncias do Samu, Corpo de Bombeiros e particulares agitou a única unidade de urgência e emergência do município que funciona no regime de “portas abertas”.

Com uma equipe formada por quatro clínicos, três cirurgiões, dois ortopedistas, dentista, intensivista e profissionais de rotina e apoio, o PSC teve a rotina alterada desde as primeiras horas do dia.

— Minha mãe torceu o pé e procuramos o Hospital Geral, mas disseram que estava fechado, sem atendimento. Mandaram a gente vir para o pronto socorro – contou a balconista Vivian Soares, de 33 anos, que socorreu a mãe Matilde, após um tombo.

A direção do Pronto Socorro de São Gonçalo, administrado pelo Instituto InSaúde, teve que reforçar a quantidade de insumos e medicamentos na unidade. A mesma medida foi tomada em outros hospitais da prefeitura
.

Continue lendo

Destaque

Após um mês internada paciente deixa o Pronto Socorro de SG curada de Coronavirus – Banca.com

Publicado

em

A alegria tomou conta dos funcionários do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Pronto Socorro de São Gonçalo na tarde desta terça-feira (07). Após testar positivo para o Covid-19 e ficar 30 dias internada em estado grave, a comerciante Solange Costa da Silva, de 56 anos, deixou a unidade de urgência e emergência sob aplausos da equipe técnica e de familiares.

A paciente deu entrada para internação no pronto socorro após o exame de tomografia mostrar comprometimento nos pulmões. Ela também chegou com falta de ar e saturando 65%. “Eu só lembro de ter entrado aqui. Depois apaguei. Não lembro de mais nada”, contou a comerciária.

Solange Costa foi entubada horas depois de ser internada. Enfermeiros do CTI e da unidade coronariana, que cuidaram da paciente durante quase um mês, relatam o seu estado grave.

— Ela chegou, foi estabilizada, mas logo em seguida os médicos decidiram pela entubação. Era uma paciente muito grave. Só Deus para agir e fazer ela se curar – garantiram os profissionais.

E a família da paciente assina embaixo. Os cinco filhos de Solange mandaram estampar camisas com o poema “Para hoje e sempre: Gratidão”. O mimo também tinha a foto da mãe, que ganhou muitos beijos e abraços ao deixar o pronto socorro de São Gonçalo.                  ir

Continue lendo

Saúde

Grávida tem alta do Hospital Municipal Luiz Palmier após testar positivo para coronavírus – Banca.com

Publicado

em

Internada há quatro dias em um dos isolamentos do Hospital Municipal Luiz Palmier após testar positivo para o coronavírus, a copeira Cintia Rosa Caruzo, de 26 anos, moradora do bairro Monjolos, recebeu alta da clínica médica na manhã desta quinta-feira. Grávida de 31 semanas, ela foi transferida para um hospital particular, pelo plano de saúde, para ser tratada agora por um obstetra.

Cintia buscou socorro na noite de segunda-feira no Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças, mais conhecido como Hospital das Freiras, em Lagoinha. A unidade funciona há um mês como referência no atendimento a pacientes com suspeita de coronavírus. Após ser avaliada pela equipe médica e estabilizada, os profissionais decidiram transferir a paciente para o Hospital Luiz Palmier, que chegou a colocar em alerta a Maternidade Municipal Mário Niajar no caso de um parto de emergência precisasse ser feito.

A copeira ficou no oxigênio e seu quadro clínico se manteve estável. Na manhã desta quinta-feira ela foi examinada pela equipe médica, que após receber os exames clínicos, deu alta a paciente.

— Ela agora tem que cuidar do bebê, da pequena Heloísa que está para nascer. Conversamos com a família e como ela tem plano de saúde será transferida para o hospital que a família indicar. Sorte e saúde a mamãe e a bebê — desejaram médicos, enfermeiros e demais profissionais que cuidaram de Cintia na unidade que é referência no tratamento a pacientes com coronavírus em São Gonçalo.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado
Continue lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 Portal de Notícias - Coisas incríveis no mundo dos negócios nunca são feitas por uma única pessoa, e sim por uma equipe - Todos Direitos Reservados.