Menina pede festa com tema da Comlurb para homenagear os garis do Rio – Banca.com

Visualizações 7 O momento da coleta de lixo da Companhia Municipal de Limpeza Urbana, a Comlurb, é acompanhado de perto pela menina Larissa Silva, que adora o momento e...

O momento da coleta de lixo da Companhia Municipal de Limpeza Urbana, a Comlurb, é acompanhado de perto pela menina Larissa Silva, que adora o momento e sempre conversa com os garis que estão trabalhando para limpar a sua rua, em Bangu, na Zona Oeste. Assim, não chegou a ser surpresa para a mãe da menina, a autônoma Lucia Lemos, de 34 anos, quando a pequena disse que, em seu aniversário de 7 anos, ela queria ter a Comlurb como tema da festa.

“Larissa é uma menina muito esperta e a admiração pela Comlurb já vem de algum tempo, através do exemplo do tio, meu irmão, que é gari. Ela sempre observou bastante o trabalho deles na escola, nas praças e principalmente no caminhão”, conta a mãe.

Mesa de Luana foi decorada com a cor da Comlurb e foto dela com o tio. — Foto: Arquivo pessoalMesa de Luana foi decorada com a cor da Comlurb e foto dela com o tio. — Foto: Arquivo pessoal

Mesa de Luana foi decorada com a cor da Comlurb e foto dela com o tio. — Foto: Arquivo pessoal

Para realizar o desejo da menina, a mãe pegou um antigo uniforme do irmão, comprou tecido e fez um vestido para a menina. A casa também foi enfeitada com uma foto da menina com o tio, tudo na cor laranja, característica do uniforme.

“Ela ficou feliz demais. Na ocasião, até me sugeriram que usasse o uniforme normal. Mas eu queria que ela parecesse uma princesa, representando as mulheres gari, que são guerreiras e não perdem a vaidade, feminilidade e delicadeza. Nem toda princesa usa cor de rosa e sapato de cristal. Às vezes, elas usam laranja e botas”, diz a mãe.

No dia da festa, na segunda-feira da semana passada (3 de fevereiro), era dia de coleta de lixo. Mas a forte chuva que caía na cidade fez com que os garis demorassem a passar na rua de Larissa.

Luana ficou feliz com a chegada dos garis à rua de sua casa. — Foto: Arquivo pessoalLuana ficou feliz com a chegada dos garis à rua de sua casa. — Foto: Arquivo pessoal

Luana ficou feliz com a chegada dos garis à rua de sua casa. — Foto: Arquivo pessoal

“O caminhão demorou muito a passar, a festinha já tinha acabado e ela não dormiu enquanto não passou o caminhão para ela dar um abraço nos amigos”, conta Lúcia.

Os profissionais ficaram comovidos com a iniciativa da menina.

“Muitos ficaram realmente gratos pela simples homenagem e nos desejaram felicidade. Disseram que gostaram principalmente por ser a iniciativa de uma criança. Recebi muitas mensagens carinhosas em todas as redes sociais. Quando ela escolheu o tema , me disse com todas as letras que queria fazer os amigos garis dela felizes”, contou a mãe. E fez.

Eles se sentiram reconhecidos. Porque geralmente as crianças escolhem temas de princesas e heróis. E eles são, para nós”, diz Lúcia.

Em dezembro, duas outras crianças apaixonadas pelo trabalho dos garis também também fizeram um pedido de natal inusitado: queriam um caminhão de brinquedo da Comlurb. A empresa atenatendeu e criou dois carrinhos personalizados para os irmãos. informações do G1

Categorias
DestaqueGeral
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS