PM leiloou armas e drogas apreendidas a milicianos e traficantes – Banca.com

Visualizações 0 m policial militar do Bope leiloou armas e drogas apreendidas durante operação em favela no Rio de Janeiro. O material teria sido vendido a traficantes, da própria...

m policial militar do Bope leiloou armas e drogas apreendidas durante operação em favela no Rio de Janeiro. O material teria sido vendido a traficantes, da própria comunidade, e milicianos. As informações são do jornal Extra.

A ação foi realizada em março de 2015. Na ocasião, policiais da Tropa de Elite apreenderam um fuzil, munição e drogas no Complexo da Serrinha, em Madureira, na zona norte do Rio. É quando consta uma conversa entre o PM e um criminoso, identificado como Coelhão.

O diálogo, registrado no aplicativo BlackBerry Message, ocorreu um dia após a apreensão. Na conversa, o policial oferece um fuzil AK 47, munição e carregadores. Em seguida, o criminoso pergunta o valor do material e o PM faz uma espécie de leilão.

O pó [cocaína] e o AK [fuzil] ele está vendo porque o maluco da milícia lá em Campo Grande quer pagar R$ 45 [mil] na mão e o pó tem um cara lá querendo pagar porque eles estão falando que é puro”, afirma. A negociação foi grampeada pela Polícia Federal.

 

Coelhão é um dos braços direitos do chefe do tráfico na Serrinha, Walace de Brito Trindade, o Lacoste.

Quatro dias depois, o PM conversa com outro traficante, chamado de Gordão. O policial oferece uma arma apreendida no Complexo do Chapadão por R$ 45 mil. “Está puxado”, responde o bandido.

As investigações revelaram ainda que, além de negociar armas e drogas com os bandidos, o policial avisava aos criminosos da Serrinha sobre operações policiais nas favelas da facção da qual faziam parte.
Metróples
Categorias
DestaquePolícia
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS