Conecte-se conosco

Notícias

Praia de Copacabana fica cheia no último domingo do verão apesar do alerta para conter coronavírus – Banca.com

Publicado

em

Muitos cariocas e turistas ignoraram o alerta do governo e marcaram grande presença nas praias da cidade neste domingo (15), o último deste verão. Diante da pandemia do coronavírus, a orientação é para que a população evite aglomerações, o que inclui abrir mão do lazer a beira mar.

Sob céu claro e sol forte, com a temperatura máxima podendo chegar a 34°C, a Praia de Copacabana, uma das mais famosas do país, estava cheia na manhã deste domingo. Apesar da grande presença de banhistas, no entanto, o movimento era menor que o habitual para um dia típico de verão carioca e havia muitos espaços vazios na areia.

Com 24 casos confirmados e 76 suspeitos, o Rio de Janeiro é o segundo estado com maior incidência de coronavírus no país, atrás apenas de São Paulo. Diante da escalada da doença, o governador Wilson Witzel publicou, na sexta-feira (13), decreto que proíbe a aglomeração de pessoas em locais públicos.

Witzel disse que, se for necessário, poderá usar a Polícia Militar para interditar as praias do Rio para impedir a aglomeração de pessoas. O objetivo é evitar a proliferação do vírus.

 

“Nós não permitiremos aglomeração na praia. O momento é de ficar em casa para que possa ser controlada a epidemia”, disse o governador.

O decreto do governador Wilson Witzel que proíbe aglomeração de pessoas é válido por 15 dias, mas as medidas serão reavaliadas após o fim do prazo.

 

Medidas de preventivas

 

Para conter o avanço da Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, a Prefeitura do Rio e o governo do estado estabeleceram diversas medidas para restringir a aglomeração de pessoas.

Foi determinado o cancelamento de shows e grandes eventos, além de proibido o funcionamento de teatros e cinemas. Aulas também foram suspensas e diversas repartições públicas restringiram atendimento presencial, inclusive as delegacias.

As medidas, que também são tomadas por outras prefeituras e governos estaduais do país, fazem parte das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para tentar conter a pandemia. Para além das medidas coletivas, a organização tem reforçado a importância das atitudes de cada pessoa para tentar controlar a disseminação do vírus e manter a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

Segundo os especialistas ouvidos pelo G1, todas as medidas tomadas até agora estão sendo para evitar o colapso no sistema de saúde. A ideia é que a infecção não aconteça em um número grande de pessoas ao mesmo tempo para que haja um prazo maior de ação. Por isso, segundo eles, as atitudes individuais e coletivas de prevenção são fundamentais.

As principais forma de ações individuais são:

 

 

  • higienizar as mãos, tossir ou espirrar no braço e evitar sair de casa no caso de sintomas.
  • As principais ações coletivas, são: evitar aglomerações e ir em hospitais somente em caso de emergência.
  • Caso haja uma contaminação rápida e elevada da população, o sistema de saúde pode entrar em colapso.
  • Um dos pontos de atenção, no Brasil, é a quantidade de leitos de UTI, que pode ser um problema em caso de descontrole dos contágios.
  • As atitudes tomadas pelos agentes públicos são para evitar o colapso.
  • As ações só funcionarão se houver colaboração da sociedade.

Geral

Rio de Janeiro será isolado a partir de sábado – Banca.com

Publicado

em

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, determinou, por meio do decreto número 46.980, que, a partir do primeiro minuto do dia 21 de março de 2020, fica suspensa a circulação do transporte intermunicipal de passageiros que liga a Região Metropolitana à cidade do Rio de Janeiro. A exceção são trens e barcas (sistema ferroviário e aquaviário), que operarão com restrições definidas pelo governo do Estado, em regramento específico, para atendimento a serviços essenciais. A restrição não se aplica aos carros particulares.

 

Também a partir do primeiro minuto de sábado, dia 21 de março de 2020, fica vedada a circulação de transporte interestadual de passageiros com origem nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espirito Santo, Bahia, Distrito Federal e demais estados em que a circulação do vírus for confirmada ou situação de emergência decretada. A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT será responsável por ratificar esta determinação até o início da vigência da medida.
Ainda a partir do primeiro minuto de sábado, dia 21 de março de 2020, ficam suspensos os voos internacionais, ou nacionais com origem nos estados São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Distrito Federal e demais estados em que a circulação do vírus for confirmada ou situação de emergência decretada. A presente medida vale para o transporte de passageiros e, portanto, não se aplica às operações de carga aérea. A Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC tem a competência para ratificar esta determinação até o início da vigência da medida.
O Estado do Rio de Janeiro deverá ser comunicado com antecedência nos casos de passageiros repatriados para a adoção de medidas de isolamento e acompanhamento pela Secretaria de Estado de Saúde. O governador decidiu ainda que, a partir do primeiro minuto do sábado, dia 21 de março de 2020, está suspensa a atracação de navio de cruzeiro com origem em estados e países com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada. A medida não se aplica a operação de cargas marítimas. Caberá à Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ ratificar a presente determinação até o início da vigência da medida.
O decreto também suspende, a partir dos primeiros instantes de sábado, dia 21 de março, o transporte de passageiros por aplicativo entre municípios da Região Metropolitana para a cidade do Rio de Janeiro, e vice-versa.
Continue lendo

Destaque

.Filme gravado nas ruas de Niterói conta o dia a dia de taxistas – Banca.com

Publicado

em

Um filme gravado nas ruas de Niterói, feito pelo ator niteroiense, Tarik de Souza, de 38 anos, sobre a vida de um taxista, vem se tornando sucesso na internet. Essa é a essência de “50 – O Filme”. Um curta que conta a história de um taxista enlouquecido pelo trânsito e caos urbano em busca do seu sonho.

O filme é a estreia de Tarik como diretor – ele que é formado em artes cênicas, já havia atuado como ator em peças teatrais. O jovem também assina e criação e direção do curta que já está disponível no You Tube.

Morador de Icaraí, na zona sul da cidade, Tarik passou a entender como é o dia a dia de um taxista, isso porque na vida real, ele chegou a trabalhar como taxista e sentiu na pele as correrias e situações vividas no trânsito de Niterói.

Depois do sucesso da primeira temporada de “50 – O Filme”, o jovem ator e diretor já pensa em fazer outras edições.

“Muitas pessoas estão pedindo para fazer a segunda parte do filme, querendo saber mais sobre os personagens. Estou juntando recursos para fazer uma webserie do curta”, disse.

Sem patrocínio o jovem não teve outra opção a não ser custear as despesas do próprio bolso, mais mesmo assim, a dedicação de todos os envolvidos fez valer a pena, e o curta contou ainda com a participação do ator Alexandre David, que viveu o segurança Fabiano, na novela Cheia de Charme, da Rede Globo.

“Eu convidei o Alexandre para participar do filme e ele aceitou sem pensar duas vezes. Mesmo com poucos recursos todos se dedicaram muito para grava as cenas”, disse Tarik.

Continue lendo

Geral

Acusados de matar Marielle e Anderson vão a júri popular Banca.com

Publicado

em

A Justiça do Rio decidiu que Ronnie Lessa e Élcio Vieira de Queiroz, acusados da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, terão que enfrentar júri popular. A determinação foi divulgada nesta terça-feira (10/03).

Em documento, o juiz Gustavo Gomes Kalil escreveu: “O embate entre a tese ministerial (do Ministério Público) e as defensivas deve ser decidido pelo Tribunal Popular”.

Henrique Telles, advogado de defesa de Élcio de Queiroz, afirmou ao portal G1 que ele e outros advogados estão analisando a sentença e irão recorrer da decisão. “Estamos analisando a sentença e vamos recorrer. A nossa contrariedade é com a pronúncia. Não há prova contra o meu cliente”, alega o advogado.

A prisão
O crime aconteceu na noite do dia 14 de março de 2018. Dois dias antes de o assassinato completar um ano, foram presos o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, apontados como suspeitos do atentado.

A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do Rio tratam o caso como sigiloso. A Polícia Federal havia se oferecido para assumir as investigações, mas o estado declinou.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao STJ para que o caso deixe de ser apurado por autoridades estaduais do RJ. O julgamento está previsto para o fim do mês de março, dias após o crime completar dois anos.

Continue lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 Portal de Notícias - Coisas incríveis no mundo dos negócios nunca são feitas por uma única pessoa, e sim por uma equipe - Todos Direitos Reservados.