Professor preso oferecia a filha para sexo em troca de dinheiro – Banca.com

Visualizações 4 Um professor da rede municipal de Assis (SP) foi preso, nesta terça-feira (10/03), após cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência, onde foram localizados vídeos...

Um professor da rede municipal de Assis (SP) foi preso, nesta terça-feira (10/03), após cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência, onde foram localizados vídeos e fotos com cenas pornográficas e de sexo explícito em seus celulares e computadores, envolvendo crianças e adolescentes. Segundo a Polícia Civil, ele também oferecia a filha para atos sexuais em troca de dinheiro. As informações são do G1.

De acordo com nota da Polícia Civil de São Paulo, a investigação policial teve início a partir do registro de um boletim de ocorrência, no qual o denunciante informou que uma mulher, que conheceu em um site de relacionamento, começou a perguntar se ele tinha atração sexual por crianças e a enviar fotos de uma menina nua e outras em traje de banho.

A mulher tratava-se, na verdade, de um professor da rede municipal, que inclusive ministra aulas para educação infantil. A linha telefônica dele estava cadastrada com dados falsos de uma mulher.

No celular do professor, a polícia encontrou conversas em que ele oferecia a filha para a prática de atos sexuais. Além de fotos e vídeos com pornografia infantil. Todo o material vai ser enviado para análise.

Estupro de vulnerável
A delegada que investiga o caso, Adriana Pavarina, comentou que as investigações vão continuar para identificar se as fotos são realmente de filhas deles ou de terceiros e investigar se essa filha foi eventualmente vítima do crime de estupro de vulnerável.

“Além da conversa do denunciante, foram encontradas outras tantas conversas, todas nesse sentido, ele oferecendo a própria filha para a prática de sexo oral em troca de dinheiro”, afirma a delegada.

Notas
Em nota, a Prefeitura de Assis informou, por meio da Secretaria Municipal de Educação, que o servidor da pasta ocupa cargo administrativo na sede da secretaria. Disse ainda que a prefeitura vai colaborar com as investigações e que a acusação contra ele ocorre fora do serviço público.

A Secretaria Estadual da Educação, por meio da Diretoria Regional de Ensino, afirma em nota que uma apuração preliminar foi aberta e, se comprovada a acusação, serão aplicadas as penalidades pertinentes.

Já a diretoria da escola afirma estar à disposição dos pais e responsáveis pelos alunos para quaisquer esclarecimentos e que irá colaborar com as investigações policiais.

Categorias
DestaqueGeral
Sem Comentários

Deixe uma resposta

Tempo
Horóscopo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

POSTS RELACIONADOS